GOVERNO TEMER E OUTRA “CO/SITA MAS” – 29/8/17

Governo Temer

Em função dos alegados (alegadíssimos) 5% de popularidade dele mesmo e do seu governo, o Presidente Temer tomou as seguintes iniciativas, todas de efeito imediato:

  1. Prendeu em prisão militar, o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot (1).
  2. Convocou eleições, a realizar-se no primeiro domingo depois da data desta comunicação para eleger uma ASSEMBLEIA CONSTITUINTE, soberana em definir nova estrutura da república.
  3. Prendeu, em prisão domiciliar, o Presidente da Câmara e do Senado, bem como os líderes da oposição no Senado e Câmara.
  4. Prendeu, por não ter mantido a ordem pública, os prefeitos das seguintes cidades:

– São Paulo;

– Belo Horizonte;

– Porto Alegre;

– Curitiba;

– Vitória;

– Fortaleza;

Feito tudo isso em menos de 24 horas a partir da comunicação inicial, o Presidente Temer, em cadeia nacional no rádio e televisão declara.

Brasileiros e brasileiras.

Face aos obstáculos, muitas vezes criminosos, que a oposição faz a revolução brasílica promovida pelo meu governo em favor, em benefício das medidas econômicas de todos os brasileiros.

Declaro, afirmo e me comprometo, no mais breve de tempo possível, a recuperar o bem estar econômico e social do qual o povo brasileiro é merecedor.

Para tal, faz-se necessário fazer, e estou fazendo, remover os homens e mulheres criminosos que reiteradamente põem obstáculos a volta do mosso bem estar.

Podem, confiar, ninguém conseguirá vencer a revolução brasílica.”

Se o atônito leitor, assustadíssimo, afirmar que isso é impossível acontecer no Brasil, torna-se necessário lembrar que isso já aconteceu num país amigo da américa latina, a Venezuela e que os senhores e senhoras:

  • Luis Inacio Lula da Silva – ex Presidente do Brasil;
  • Gleisi Hoffmann – Presidente do PT.

elogiavam enfaticamente as atitudes do Presidente Temer (perdão, digo Maduro).

 

______________

______________

 

Mudando de assunto, o que faria o Governo Brasileiro, qualquer governo, atual ou do passado se:

  • a Nicarágua, de posse de rudimentais bombas atômicas, declarasse que os seus mísseis logo logo atingiriam o Brasil;
  • o mesmo governo da Nicarágua, reitera que melhorou as bombas atômicas e os mísseis podendo então já alcançar Macapá, Boa Vista e Belém;
  • Sempre o mesmo governo, anunciasse finalmente que os seus mísseis já garantem que podem alcançar Manaus, São Luiz e Fortaleza?

E se este lero lero de incremento da capacidade bélica da Nicarágua continuasse, semana após semanas…, até quando o Brasil (Governo e povo) irão reagir?

Talvez esperam que a Nicarágua anuncie que os mísseis já podem alcançar Buenos Aires e Montevidéu?

Quem sabe?…, um leitor esclarecido que me responda.

Também aqui estou escamoteando os nomes. A Nicarágua, na realidade é a Coreia do Norte e o Brasil seriam os Estados Unidos.

Se…, digo se…, os Estados Unidos, reagirem, como as maioria dos brasileiros reagiriam caso fosse o Brasil ameaçado, o que aconteceria?

No Brasil, todos os artistas plásticos, de teatro, da TV, escritores, poetas, professores de universidades, beneficiários da Lei Rouanet, sindicatos, MST, MSC, MSD, talvez até o CNBB, se insurgiriam em  uníssono (tem só uma “s” ou duas?) contra o imperialismo ianque.

 

(1)       Ele conseguiu fugir para a Colômbia e, a seguir, para a Argentina.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *