ONTEM – 31 de Janeiro de 2017 – 1/2/17

Ontem - 31 de janeiro de 2017

Já fazem cerca de dez dias que D.TRUMP assumiu a Presidência dos EUA, portanto, já decorreu bastante tempo para saber a que veio, portanto, no meu entender, já é hora dele renunciar a Presidência.

Será que vai?

Fica evidente que existe uma enorme diferença de postura entre os EUA e o seu novo Presidente.

As minhas objeções, as do Zé Ninguém, são:

 

1ª Objeção    Porque ele continua a ser um parlapatão via twitter? Porque não assume a postura de um Presidente?

Um Presidente pondera, um Presidente analisa, com os demais membros do seu governo, um Presidente toma as decisões oportunas dentro de uma cosmovisão própria, sim até do próprio D.TRUMP, mas não deve, não pode, utilizar o ridículo meio do twitter. O twitter é, por acaso o Diário Oficial?

2ª Objeção    Alguma das medidas propostas, não é necessário dizer quais, contam o meu apoio; a medida em si, não a forma de como implementá-la, sem o amparo do próprio staff do governo e muito menos do establishment do país.

3ª Objeção    O isolacionismo é retrogrado e pernicioso.

Que o diga a China Imperial, que após a construção da muralha, essa mesmo a Grande Muralha da China, iniciou-se um período de stasi do País do Meio.

Antes da muralha, e da ideia isolacionista que a promoveu, a China chegou aos portos do mar Vermelho com numerosíssimos navios, cada um deles dezenas de vezes maiores que as caravelas do pobre Cristóvão Colombo.

Mas aí veio o isolacionismo na China, e a Europa, ou pelo menos o Mediterrâneo, salvou-se da China.

Outro exemplo de isolacionismo foi a do Mao Tse Tung, sempre da China que, com as suas “revoluções internas” que tinham como objetivo “olhar fixamente o próprio umbigo” (frase do hilário Zé Ninguém) deixou a China parada…

Sumiu o isolacionismo do Mao e a China se tornou a potência que todos conhecem.

O novo Presidente americano, quer repetir a façanha do imperador chinês que construiu a retrógada Grande Muralha? Ou quer fazer revoluções culturais nos EUA?

4ª Objeção    Cabelos ridículos.

 

Enfim, em força destas quatro objeções, acho que ele deveria demitir-se no fim do mês de janeiro ou, a mais tardar, antes do Carnaval.

É melhor, melhor para ele, melhor para os EUA, e melhor para o mundo.

Claro que, quem votou nele não vão gostar.

Empatamos.

Eu não gostei da posição deles.

 

 

Zé Ninguém

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *