PERGUNTAS – 6/7/17

perguntas

Com a confusão política, criminal e jurídica existente, e parecendo que ninguém da classe política se preocupa na superação da crise econômica que interessa especialmente aos milhões de desempregados e subempregados, o Zé Ninguém, como muitos brasileiros está confuso e, para sair da confusão apresenta uma séria de perguntas solicitando uma resposta a quem pode e quer esclarecer.

Lá vão as perguntas:

  • Caso a denúncia do PGR Rodrigo Janot contra o Presidente Temer, seja acatada pela Câmara, pode o Sr. Temer fazer uma “delação premidada”?
  • Caso a denúncia do Presidente Temer contra o PGR Rodrigo Janot prospere, pode, o ainda indigitado Janot, fazer uma “delação premiada”?
  • O ex presidente Lula, ou qualquer outro sujeito da nossa gloriosa república, poderia, no estilo “Batista”, fazer “delação premiada” e ficar perdoado de tudo, tirplex incluído?
  • O restante da população brasileiro (políticos e empresários corruptos e corruptores fora) é obrigada a arcar com o prejuízo ou pode, ressarcir-se, fazendo uma “delação premiada”?
  • O Cesare Battisti, o tetra homicida condenado pela justiça italiana após um processo de dez anos de duração, e que se beneficiou da “postura progressista” da dupla Tarso Genro – Lula, conseguindo que este último no último dia do seu mandato lhe conceder “asilo político”, poderá enfim voltar a sua pátria?
  • A “compra” da refinaria de Pasadena fica por isso mesmo, ou o Dr. Janot está preparando um “gravador” para incriminar a ex presidente Dilma?
  • Enfim, para quem foi a proprina da SAAB – Grippen? A um ou a dois ex Presidentes ou a terceiros?
  • Qual o papel do Edinho da Silva (codinome Edinho) dentro da JBS ou J&F?
  • O PGR Rodrigo Janot, sem dúvida, investigou e tem todos os nomes e irregularidades dos Ministros da Fazenda, e dos Presidentes e Diretores do BNDES envolvidos nos empréstimos a JBS ou J&F nos últimos 13 anos, porque não os tornou públicos?
  • O Dr. Rodrigo Janot sairá da Procuradoria Geral da República, em setembro 2017, será que ele não será questionado pelos milhões de trabalhadores, de ter, tentado obstar a recuperação da economia nacional?
  • Será que os “representantes do povo” na Câmara, não sentem que o povo quer reformas? Principalmente a reforma política-partidária.
  • Porque será que os “representantes do povo”, atualmente em exercício, acham necessário R$ 3.500.000.000 para fazer a “campanha política”, quando com somente a décima parte, com o VOTO DISTRITAL PURO, pode-se financiar-se as eleições?
  • Porque será que um deputado gaiato disse que a reforma eleitoral, a mais relevante das reformas por ser o mecanismo que deve legitimar os representantes do povo, ser adiadas para as eleições de 2022? E porque não para 2026 ou 2032?
  • Porque somente 7% dos brasileiros consideram o governo Temer, ótimo, serão por acaso somente os desempregados que estão vendo o início da recuperação econômica? (7% de 200.000.000, corresponde aos 14 milhões de desempregados).

Enfim, quantas perguntas e quantas poucas respostas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *