REPARARAM NA REGRESSÃO? – 23/9/16

repararam-na-regressao

Poucos meses atrás, contra diversos milhões de cidadãos a favor do impeachment da Presidente a esquerda (esquerda?) colocava escassos milhões, nas ruas mas ainda assim milhões de cidadãos… e artistas e intelectuais, contra o impeachment.

Após a consumação do impeachment, os escassos milhões tornaram-se escassas centenas de milhares e, a seguir, só milhares, sempre porém com artistas e intelectuais.

Seja o que for, ao estrondoso grito de “Fora Dilma” queriam os “da esquerda” impingir um, ainda tímido por falta de folego, de “Fora Temer”.  Esquecendo que o tal de Temer foi eleito por, nada mais nada menos, 54.000.000 eleitores.

Bem, esta não é a questão, a questão é que as manifestações tipo “Fora Temer” diminuíram em cidadãos e aumentaram em desordeiros.  Pergunta inútil, porque será que são sempre as agências do Bradesco que “pagam” as contas?

Importante é notar que qualquer legítimo descontentamento, por quem quer que seja, e pelo motivo que for, logo terá a participação dos “Fora Temer”, e nestas manifestações os cidadãos diminuem e os desordeiros aumentam, mas, na linha do tempo, os números dos adeptos diminuíam sempre mais.

Fazendo um cálculo rápido de regressão a partir de maio, com milhões, agosto com dezenas de milhares, setembro com somente unidade de milhares, e até meras centenas.  A TV (fascista e imperialista) mostrou manifestações de dezenas… só.

Fazendo a regressão, dizia, pode-se supor que no dia 24 de dezembro, terá um só manifestante que gritará “Fora Temer” entre uma compra e outra do Natal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *