ZÉ NINGUÉM ABRE O JOGO – 15/9/16

ze-ninguem-abre-o-jogo

Zé Ninguém, autor do livro CANSEI DE TORCER PELO BRASIL (a venda nas Livrarias Curitiba e Livrarias Catarinense) declara, hoje 15 e setembro de 2016 que, descansado, voltou a TORCER PELO BRASIL.

Porque esta mudança drástica e surpreendente?

Irei a explicar, antes porém uma premissa relevante.

“Zé Ninguém” foi o pseudônimo utilizado por um estrangeiro para significar dois aspectos:

  • a insignificância da pessoa que falava (escrevia);
  • a significância do pseudônimo com o homem comum brasileiro, com a qual trabalhou por 63 anos e quatro meses.

Mesmo assim, apesar de fortes, fortíssimas, convicções políticas sempre se absteve de manifestá-las ostensivamente, justamente pela sua condição de estrangeiro.

Apresentada a questão preliminar eis aqui as razões da surpreendente reviravolta.

Em meras duas semanas, no Brasil, ocorreram:

  • o impeachment da Presidente Dilma;
  • a cassação do ex Presidente da Câmara, Eduardo Cunha;
  • o desmascaramento do Presidente do Senado Renan Calheiros (aguardando desdobramentos);
  • o fim melancólico do pusilânime ex Presidente do Supremo Tribunal Federal Dr. Ricardo Lewandowski;
  • a denúncia pelo Ministério Público Federal do ex presidente Luiz Inácio da Silva.

Fatos, todos estes ocorridos, neste brevíssimo lapso de tempo, que justifica que pode-se voltar a torcer pelo Brasil.

Divertido é ouvir a defesa do Sr. Luiz Inácio da Silva dizer que repudia “veementemente” a denúncia do Ministério Público.

A veemência, por mais veemente que seja, acrescenta uma grama de veracidade a uma assertiva?  É claro que não.

A mais, a defesa afirma que a inconsistência das provas é “cristalina”.

Não, é o cristalino do olho da Defesa que, doente, não vê, ou não quer ver, as provas materiais e circunstanciais da demência.

O Sr. Luiz Inácio da Silva, apelidado de Lula deve escolher entre duas alternativas e somente entre estas:

  • ou ser o Chefe do Bando que arruinou e saqueou o Brasil;
  • ou ser o Presidente, honesto, mais incompetente da história mundial.

Escolha Sr. Luiz Inácio da Silva, e não me venha com xurumelas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *